Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Soajo em Noticiário

A finalidade deste blog é colocar factos relevantes de Soajo para que os Soajeiros e o público interessado possa dispor dos resultados de persistentes pesquisas que se fizeram em bibliotecas e arquivos. Artigos de Jorge Ferraz Lage

Soajo em Noticiário

A finalidade deste blog é colocar factos relevantes de Soajo para que os Soajeiros e o público interessado possa dispor dos resultados de persistentes pesquisas que se fizeram em bibliotecas e arquivos. Artigos de Jorge Ferraz Lage

Vale tudo em Soajo? Os desatinos não acabam?!

DSCN8612.JPG

 

DSCN8581.JPG

 

DSCN8622.JPG

 

DSCN8753.JPG

 

DSCN8938.JPG

 

DSCN8796.JPG

 

DSCN8790.JPG

 

DSCN8789.JPG

 

DSCN8953.JPG

 

DSCN8955.JPG

 

 

Leiam primeiro as causas da demissão do actual presidente de junta, Sr. Manuel Gomes Capela, escritas em 2013, e então publicadas no jornal Notícias dos Arcos, ao tempo em que era presidente de Junta quem encabeça agora a lista de candidatos do PSD, à próxima eleição autárquica em Soajo, a realizar em 1 de Outubro de 2017.

 O sublinhado é feito por mim:

«Razões por que me candidato à autarquia

As razões por que me candidato à autarquia de Soajo são as mesmas que me levaram a pedir a demissão imediata da mesma há três anos: a falta de justiça, de civismo e de coerência do atual executivo, por um lado; e a acumulação de erros, por outro.

Os motivos que estiveram na origem das divergências e que posteriormente impulsionaram o avanço do MSI (Movimento Soajeiro Independente) foram apresentados às entidades competentes com meses de antecedência. Não fomos ouvidos nem atendidos.

O filósofo Sócrates dizia: “Vigiai, porque um pequeno problema deixado sem solução no princípio pode tornar-se um grande problema no fim.” Sempre defendi que urge dar solução, de forma coerente, a todos os problemas que se nos deparam. Há que lutar contra o erro, seja ele de que natureza for, procurando evitá-lo, suprimi-lo e vencê-lo, porque os erros afetam tanto o indivíduo como as coletividades. A tolerância do mal é um erro perigoso.

Soajo precisa de um presidente de autarquia com espírito de equipa de modo que todos os assuntos sejam pensados, discutidos e aprovados em conjunto pelos três membros do executivo e não só pelo presidente como tem acontecido até aqui.

Precisamos de um presidente justo, metódico, independente, servidor sem fatura e capaz de ouvir todos os soajeiros por igual, com calma, serenidade e civismo. Esta é a minha maneira de pensar e de servir. Conheço palmo a palmo a freguesia de Soajo, as suas gentes e as necessidades de cada um.

Sei perfeitamente que não é de todo fácil ser-se totalmente independente de tudo e de todos, mas há que fazer um esforço nesse sentido para se poder atingir um razoável equilíbrio de bom senso e de igualdade para todos.

Não sou homem para julgar ninguém. Quem julga os outros perde o seu tempo e a sua dignidade.

A lavagem de roupa suja não se coaduna, portanto, com a minha orientação ética. Prefiro prestar atenção ao trabalho profícuo que gera sustentabilidade e conforto. Contudo, sempre soube denunciar, olhos nos olhos, o erro grosseiro que causa a desintegração social.

Devo confessar em abono da verdade que detesto aqueles que se vingam fazendo acusações injustas, o que considero ser uma manifestação de estupidez e de inferioridade mental desprestigiando com isso a sua posição e a política. Este tipo de gente nunca dará uma opinião justa acerca dos homens e das coisas.

Manuel Gomes Capela

Candidato independente à freguesia de Soajo (MSI)»

 

Foram estas palavras do actual presidente de junta, na altura dirigidas em desabono, ou melhor, usadas para “desancar”, sobretudo, o Presidente de Junta de Soajo, no mandato anterior! Mas este pretende, novamente, ocupar o mesmo posto de comando!

Para espanto de todos, quem abandonou a Junta de que fazia parte, por causa de uma folha de “tão vergonhosos serviços e atitudes”, pretende agora apoiá-lo para “continuar a fazer das dele”!!!... Mas o que é isto, meu Deus?

 Não será por falta de memória do actual Presidente, que isto acontece, porquanto, ainda há três meses, mantinha igual opinião….Será então porque tem poderes mágicos para consertar uma cabeça à última hora? Explique agora às gentes, Sr. Presidente de Junta, mandando, se possível, para o mesmo jornal outro texto que deverá intitular: “Razões porque apoio o candidato que tanto maltratei e desacreditei”!

O bom senso e a coerência não devem ser praticados? Se não forem, algumas pessoas parecem viver num gueto, numa sociedade com mentalidade de macacos… A dignidade duma pessoa não deve estar acima de serviços a prestar ao PSD? Servi-lo a qualquer preço, não é uma atitude leviana?

Bem sabemos que a nível da estrutura do PSD concelhio não queriam nem o anterior presidente, nem o actual presidente! Porém, como outras pessoas novas e credíveis convidadas não aceitaram, então, perante o “bluf” da ameaça de vir a constituir-se uma outra candidatura independente encabeçada pelo antigo presidente, tiveram em Arcos de engolir sapos, e aceitar o indesejável candidato, para não dividirem ainda mais os “psdês” de Soajo! Impôs-se, por isto, aos dos Arcos, mas será que irá enganar outra vez os de Soajo? Veremos…

Cá por mim entendo que, com o anterior presidente de junta, ainda Soajo ficaria pior. Se fosse eleito, as vinganças e os males provocados a Soajo e aos Soajeiros seriam ainda muito maiores do que no passado! Os “atestados desabonatórios” que também eu lhe passei aquando da sua primeira candidatura - porque sempre é preciso ajuizar e julgar - só pecaram por serem muito incompletos, como justificarei noutro texto, para que o mesmo não continue a prejudicar Soajo e os Soajeiros! O medo de se expor perante muitas verdades, levaram-no a faltar a quase todas as reuniões da Assembleia de Freguesia neste últimos quatro anos, desrespeitando, com as ausências, quem lhe entregou os votos para ocupar um lugar no órgão autárquico! Mas veio a uma reunião, para tentar influenciar o impedimento da colocação do monumento à raça do «Cão de Soajo»! E isto, leiam bem, apesar de ter sido acolhida no brasão de Soajo, e de se provar através de muitos documentos passados pelos reis de Portugal, incluindo o do FORAL DO CONCELHO DE SOAJO, que a raça é autenticamente de Soajo! Nunca em Soajo se tiraram tantas fotos, num ano, a um monumento, mas isto desgosta-o, porque não lhe interessa o bem da Terra onde nasceu, pois antes quer servir-se a si próprio!

Perante atitudes tão contrárias ao que Soajo merece, peço aos Soajeiros, de boa-fé, para pedirem aos seus amigos e familiares que votem bem! A colocação de Soajo no nome do Parque Nacional, a tratar nos próximos meses, será por ele muito dificultada, como aconteceu com a elevação de Soajo a vila, em que, vergonhosamente, só votou a favor à quarta vez, e porque sentiu que seria derrotado!

Toda a nossa freguesia PRECISA QUE A PRESTIGIEM, honrem e dignifiquem para ser muito mais conhecida e desenvolvida e, ainda, para motivar maior crescimento turístico.  Ora não é com ele a presidente que tal se consegue…

                                                        Setembro de 2017

                                                                          Jorge Lage

ERMELO FOI GERADO E DESENVOLVEU-SE NO SEIO DE SOAJO

DSCN8702.JPG

 

DSCN8674.JPG

 

DSCN8705.JPG

 

DSCN8419.JPG

 

DSCN8410.JPG

 

DSCN6663.JPG

 

DSCN6656.JPG

 

DSCN6705.JPG

 

 

  1. FRANCISCO ARAÚJO EXPULSOU-O DE SOAJO! – O anterior presidente da câmara várias vezes disse em sessões da Assembleia Municipal que não havia sido eleito para extinguir freguesias e/ou para acabar com o poder autárquico exclusivo das mesmas.

 Através deste discurso enganador foi orientando o grupo municipal do PSD na Assembleia Municipal para que esta não deliberasse sobre a revisão autárquica então em curso. Com a sua habilidade ardilosa no que a Ermelo diz respeito concebeu uma estratégia criando esperanças para não encontrar resistências das pessoas mais influentes de Ermelo, pois bem sabia que o embrião desta freguesia foi o Mosteiro de Ermelo que fora edificado no termo de Soajo pela “rainha” D. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques. E quando terminou o «Couto de Ermelo» que estava encaixado dentro do termo do Julgado de Soajo, o Mosteiro de Ermelo e território afecto regressou sob o ponto de vista de administração local autárquica às suas origens exclusivamente soajeiras!

  1. O FORAL DE SOAJO DE 1514 – O âmbito geográfico do concelho de Soajo em 1514 tinha como fronteiras a poente, os marcos do Mezio (situados na antiga via Soajo/Cabana Maior/ Grade, etc), território do concelho de Valdevez.  Cabana Maior, Vale e S. Jorge, não eram freguesias civis mas simplesmente áreas de natureza eclesiástica inseridas neste último concelho. Enquanto estas vêm discriminadas no foral de Valdevez, Ermelo, não é abordado na versão incompleta do foral de Soajo existente no Arquivo da Torre do Tombo, porquanto gozava da isenção de impostos e de outros privilégios específicos de todo o concelho.

 O Mezio e a Lage das Cruzes [esta situada junto do rio Lima, na passagem para Gração] são também zonas de delimitação de Ermelo, e já vinham expostas como fazendo parte de Soajo, em 1514, conforme original (completo) do Foral da Terra e Concelho de Soajo, donde extraíram para o Tombo de Soajo de 1795, as delimitações de todo o concelho de Soajo.

Foi portanto um “roubo” que Francisco Araújo fez às escondidas, anexando a freguesia de Ermelo à freguesia de S. Jorge, terra de seus pais, pois no decurso dos séculos, sob o ponto de vista administrativo, Ermelo, fez parte de Soajo! E numa perspectiva judicial, até a freguesia de S. Jorge, já autarquia, pertenceu ao «JULGADO DE PAZ» DE SOAJO.  

Foi sempre este Rodrigues de Araújo um grande inimigo de Soajo, mas, infelizmente, os Soajeiros, muito por falta de informação, deram os seus votos a quem muito prejudicou Soajo! Com este “roubo” fortaleceu S. Jorge, e enfraqueceu Soajo, como sempre gostou…

                         Outubro de 2014                                               Jorge Lage

OUTRA FRAUDE! CASTRO LABOREIRO, UMA ALDEIA, EM 2017?!

DSCN8662.JPG

 

DSCN8709.JPG

 

DSCN8723.JPG

 

DSCN8970.JPG

DSCN8968.JPG

DSCN9014.JPG

DSCN9013.JPG

DSCN9012.JPG

 

DSCN8972.JPG

 

DSCN8974.JPG

 

DSCN8970.JPG

 

DSCN8967.JPG

 

DSCN8994.JPG

 

DSCN8993.JPG

 

DSCN8992.JPG

 

Ex. mo Senhor Director,

Solicito que o vosso jornal/rádio informe os leitores/ouvintes que no concurso aberto para escolha das “7 maravilhas de aldeias” em Portugal Continental e Insular, participou, indevidamente, Castro Laboreiro, sendo até uma das povoações seleccionadas para a final de 3 de Setembro!

Na verdade a sede da freguesia de Castro Laboreiro foi promovida à categoria de vila pela lei nº 53 de 2009, publicada no Diário da República em 24/8/2009, depois de ter sido aprovada em 12/6/2009 na Assembleia da República. Assim sendo, como pode o presidente da câmara de Melgaço, Sr. Manuel Batista, afirmar e defender que Castro Laboreiro é vila em anteriores intervenções televisivas e, no dia do concurso, por razões circunstanciais, sem seriedade, considerá-la como uma simples aldeia?!

No começo do mandato como autarca, ao tomar posse, o Sr. Manuel Batista jurou, solenemente, por sua honra que cumpriria com lealdade as funções em que era investido. Cumprir com «lealdade» significa, não sendo uma simples expressão de retórica, exercer o cargo com sinceridade, rectidão e honestidade! Mas o que fez, foi não respeitar a lei nº 53 de 2009, e mentir dizendo ser aldeia a povoação que antes dizia ser vila, só para aproveitar audiência através da RTP.

Em face do exposto entendo ser de toda a conveniência alertar o país para o uso fraudulento feito num “concurso público” que determina obediência a regras, mas que foram desacatadas!

Subscrevo-me ciente de que o vosso jornal/rádio não deixará passar estes atropelos a princípios e valores e a uma lei da República Portuguesa! O povo português merece ser informado com transparência e verdade, daí estas minhas observações em prol e defesa da rectidão, autenticidade, prestígio e dignidade do estatuto hierárquico de Castro Laboreiro no rol das povoações portuguesas!

                                              Jorge Ferraz Lage