Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soajo em Noticiário

A finalidade deste blog é colocar factos relevantes de Soajo para que os Soajeiros e o público interessado possa dispor dos resultados de persistentes pesquisas que se fizeram em bibliotecas e arquivos. Artigos de Jorge Ferraz Lage

Soajo em Noticiário

A finalidade deste blog é colocar factos relevantes de Soajo para que os Soajeiros e o público interessado possa dispor dos resultados de persistentes pesquisas que se fizeram em bibliotecas e arquivos. Artigos de Jorge Ferraz Lage

Os geógrafos copiadores dos erros do geólogo suíço, criador dos agrupamentos das serras portuguesas relacionadas com as espanholas, não podem determinar o desaparecimento do nome do espaço da SERRA DE SOAJO!

DSCF6410.JPG

 

DSCF6404.JPG

 

 

DSCF7766.JPG

 

DSCF6355 (1).JPG

DSCF6358 (1).JPGEfeitos, a seguir, das aldrabices de P. CHOFFAT que foram as causas mais consequentes para batoteiros desgraçarem a designação, SERRA DE SOAJO:

DSCF6359.JPG

A serra de SOAJO, a sul do rio Lima, foi uma excentricidade  de que se aproveitaram copiadores e, uns maldosos colonizadores sem escrúpulos que desde há cerca de vinte anos manifestam comportamentos municipais desviantes, com origem na "CASAMATASOAJO" para tentarem abater o património imaterial do SOAJO milenar...

DSCF6360.JPG

Uma "vigésima maravilha" num município de "maravilhadores"...

Contudo, no manual seguinte, não estando as serras relacionadas com rios, até pode parecer que não está amarelada a Serrra de Soajo, mas o facto de aparecer o «Galaico-Duriense» denuncia que Choffat é quem decide no posicionamento da Serra de Soajo, a sul do rio Lima. 

DSCF6361.JPG

DSCF6363.JPG

O norte do rio Douro numa parte do Galaico-Duriense, no Lima  ao rio Homem situou, em 1907, o suíço P. Choffat, criador dos sistemas orográficos, as imbecilidades de SOAJO ser nome da Amarela e, de "Peneda" dar nome à SERRA DE SOAJO!

DSCF6364.JPG

Mas o médico e professor de Geografia, Silva Teles, nascido em Goa, que mais tarde enganou o seu aluno e futuro colega, Orlando Ribeiro, ambos bons conhecedores do mar da Palha, redigiu in «NOTAS DE PORTUGAL» que, a serra do "Tibete valdevezense», não é a SERRA DE SOAJO, por esta designação emigrar para o munícipio de Ponte da Barca e Terras do Bouro, denominando, em alternativa, as montanhas da SERRA AMARELA...

Os MATADORES, na "CASAMATASOAJO", são uns apreciadores do prato de "CACHENA DO TIBETE" e, a  carne da "CACHENA DA SERRA DE SOAJO" misturada com lampreia, tornou-se um menu muito apetecível pelo bom povo de Ponte da Barca...

DSCF6369.JPG

 

DSCF6376.JPG

Os sumarentos "saberes" de Choffat penetraram bem nos cérebros dos notáveis, Silva Teles, Orlando Ribeiro, Amorim Girão e de Suzanne Daveau.

Porém, as empedernidas cachimónias de alguns viventes na «CASAMATASOAJO», em matérias de Geografia, só aprenderam o rio Vez, ao que parece, a alguns exógenos, por nascer esta corrente de água na SERRA DE SOAJO e suas águas não terem muito deutério ...

DSCF6390.JPG

Neste quadro beberam esta alta "sabedoria", os eminentes professores Silva Teles e Amorim Girão, deixando um rigoroso e  precioso legado, plasmando nas suas publicações, de que a Serra de Soajo, depois de tomar banho no rio Lima, se enegreceu "eternamente" como denominação da SERRA AMARELA e, o nome do PARQUE NACIONAL "TIBETE-SOAJO-GERÊS", nos novos tempos, dança muito bem a modinha das "Três Serras"...

DSCF6165.JPG

 

DSCF6380.JPG

In Bibliografia Geogáfica de Portugal bem foi notado que quanto ao nome das serras de Portugal, Choffat, sabia muitíssimo mais que os residentes na "CASAMATASOAJO». Embora, de facto, Choffat, não estudasse pelos manuais escolares do ensino primário usados em PORTUGAL, por ter feito os seus estudos no país que tem montanhas nos Alpes, mesmo assim, ainda soube que existia o nome, SERRA DE SOAJO, conhecimento que não lobrigavam alguns valdevezenses da «CASAMATASOAJO» por gostarem das versões erradas...

DSCF6383.JPG

Um extracto de mapa que revela correcto nome da Geografia de Portugal quanto à localização da SERRA DE SOAJO.

DSCF6384.JPG

DSCF6392.JPG

DSCF6393 (1).JPG

Nestas últimas fotos pode ver-se que o cientista e professor universitário, autor da primeira obra científica de Geografia de Portugal, no II Volume, publicado em 1937, também não usou o nome da serra saído do frígido "marco do Pedrinho apenedado"; em nota de pé da última foto, alerta para as iditiotices que P. Choffat cometeu sobre a falsidade do nome da serra de Soajo, e por tal não a admitiu no texto de 1937, mandando-a para a lixeira, e, o mesmo fez, juntamente, com o catedrático Mariano Feio, em 1948, ao continuar a asseverar os disparates de Choffat sobre nomes de serras...